Blog

fev 25
Identidade Visual

Identidade visual: por que é tão importante?

Identidade Visual é muito mais do que uma logomarca. É o conjunto de elementos que identificam visualmente uma empresa, produto ou serviço e engloba cores, tipografia, tipo de imagem que será usada, a linguagem das peças de comunicação e por aí vai…

Há muito o que falar sobre as questões técnicas que tornam esse conjunto de aspectos tão importante, mas antes de partir para a prática, é fundamental pensar na estratégia do seu negócio e, principalmente, no seu consumidor.  Isso significa pensar nas funções que a identidade visual precisa cumprir:

Identificar o negócio

Antes de mais nada, o consumidor precisa identificar o negócio, saber que ele está ali e o que oferece. Quando passa na rua e vê uma vitrine adesivada com bolhas de sabão, por exemplo, ele entende que ali muito provavelmente funciona uma lavanderia. Quando vê de longe um M amarelo, não precisa ler o nome da lanchonete para saber qual é, certo? Há identidades tão fortes que apenas o símbolo ou as cores institucionais são suficientes para que o consumidor identifique a sua presença.

Diferenciar da concorrência

Além de identificar, a identidade tem a importante função de diferenciá-la em meio à concorrência cada dia mais acirrada. Ao procurar uma caixa do seu cereal favorito no supermercado, você não precisa ‘ler’ o nome dele escrito na caixa: basta identificar a sua ‘cara’ em meio aos concorrentes para saber onde está.

Transmitir a personalidade da marca

Essa ‘cara’ é o que dá pistas sobre os diferenciais do negócio (ou produto), o público a que se destina etc. A identidade visual precisa transmitir o que chamamos de ‘personalidade da marca’ e ter apelo para o público que deseja atingir. Lembre-se que no consumo razão e emoção se misturam, então dar personalidade a uma marca significa também envolver emocionalmente o público, buscando identificação. Através de sua identidade visual, uma marca pode transmitir atributos como sofisticação, modernidade ou jovialidade, por exemplo.

Dar credibilidade ao negócio

Assim como o terno que você veste para uma entrevista de emprego desejando transmitir profissionalismo, o visual de uma empresa precisa dar credibilidade ao negócio. De forma consciente ou não, o consumidor busca ali sinais sobre a qualidade, o porte, a experiência…

Ajudar o cliente a fixar a marca

Quando aplicada de forma consistente, a identidade visual cumpre a missão de ajudar o cliente a se lembrar de uma marca. Um logotipo sozinho pode não ser suficiente para o cliente se lembrar da sua empresa, mas um conjunto de cores bem aplicado ou o desenho de uma linha de embalagens bem coordenado, por exemplo, vai marcando presença na cabeça dele.

Um exemplo muito prático de como uma identidade forte se fixa na nossa mente é o projeto do  designer inglês Graham Smith que faz a ‘reversão’ de marcas famosas, invertendo nomes mas mantendo os outros elementos visuais. O resultado, que você confere no site dele, é uma brincadeira pra lá de divertida que mostra como nós lemos o ‘visual’ antes de mesmo de ler o nome.